Rust, uma linguagem de programação muito importante para o futuro da web

Publicado em 25 de outubro de 2017 às 16:58

e802f8ce-ebd4-433e-affc-8cf982568843

Tenho gostado muito de participar de workshops de programação, especialmente daqueles em que posso levar meu note e já começar a botar a mão na massa. No último fim de semana, foi a vez de conhecer mais sobre Rust, uma linguagem de programação open-source que será muito importante para o futuro da web.

Rust é uma linguagem que roda incrivelmente rápido, previne falhas de segmentação e garante segurança entre threads. Veio para ser uma opção a linguagens de baixo nível como C e C++, com a vantagem de  trabalhar com paralelismo e dessa forma tirar muito mais proveito dos processadores modernos.

Aliás, eu percebi que os processadores avançaram muito mais rápido que engines e linguagens de programação e que agora é necessário correr atrás para aproveitar toda essa capacidade.

Por que Rust é diferente?

Primeiro porque Rust é uma linguagem nova e incorpora elementos de programação moderna. Para se ter uma ideia, a linguagem foi criada em 2010 e a versão estável foi lançada em 2015. Ela une a sintaxe de linguagens de alto-nível ao controle e performance de linguagens de baixo nível. Além disso, ela roda incrivelmente rápido, previne falhas de segmentação e garante segurança entre threads. Com isso, é possível criar software muito menos sujeitos a bugs e falhas de segurança. 

O que pode ser criado com Rust?

Um grande número de aplicações, como engines de games, sistemas operacionais, sistemas de arquivo, componentes de browsers e engines de simulação para realidade virtual. Trabalha super bem com arduíno!

Quem está por trás da Rust?

A Mozilla foi a primeira a investir no projeto de pesquisa dessa linguagem, que é bem nova e teve sua primeira versão estável lançada em 2015.

Uma coisa legal do Rust é a comunidade de voluntários em torno do projeto, que me faz lembrar muito a comunidade de Drupal, pois tem gente dando suporte e trabalhando intensamente no projeto no mundo inteiro.

Quem está usando Rust?
Empresas de todo o porte estão usando Rust, incluindo Mozilla, Dropbox, npm, Postmates, Braintree e outras. Veja uma lista de usuários:

Como participar do workshop de Rust?
Você pode se inscrever para o próximo evento de Rust nessa página aqui. Se tiver interesse em levar o workshop pra perto de você, basta entrar em contato com o pessoal da Mozilla no Brasil. O workshop que participei foi ministrado por Leonardo Yvens e organizado por Geraldo Barros.

O workshop de Rust é bem interessante, tem uma introdução ao assunto e um repositório preparado para cada tema, onde é possível testar o código fazendo-os passar por testes unitários. É preciso levar seu note e carregador!

Também dá pra acompanhar pelo telegram aqui.