O futuro está nas plataformas

Publicado em 16 de novembro de 2017 às 17:21

Digital-platform

Esse artigo me inspirou a pensar nos os produtos e serviços que tenho usado nos últimos anos que realmente tiveram impacto na minha vida e me fizeram mudar algum comportamento.

Eu não tenho mais nenhum CD, DVD ou pendrive com os MP3 preferidos. Toda a música e filmes que consumo está em plataformas como o Netflix, YouTube e Amazon Prime.

Meu relógio, Nokia, além de mostrar as horas fala com a minha balança e calcula passos, batimentos, calorias e monta um gráfico de quanto eu preciso me exercitar para chegar na minha meta.

Eu não sei quando foi a última vez que eu precisei usar um guia de papel tanto para descobrir os melhores restaurantes numa cidade desconhecida ou para encontrar um endereço. Em vez disso, uso o Trip Advisor, o Google Maps.

Eu não hospedo mais em hotéis. Airbnb.

Eu não uso mais o telefone para para falar com amigos e família. Em vez disso, uso o Whatsapp, o Skype ou o Messager.

No trabalho também não ligo mais para ninguém. Usamos o Skype, o GTalk e outros canais de comunicação como o Slack.

Eu não me preocupo mais com backups, nem tenho um disco rígido para guardar meus arquivos, em vez disso, utilizo o DropBox e o Google Drive.

Pra falar a verdade, ultimamente eu não aperto mais nem o botão pra desligar a luz, eu falo com a Alexa e ela fala com a plataforma da Philips que coordena a iluminação aqui em casa.
O fato é que essas mudanças em meu cotidiano, não ocorreram porque as empresas nos venderam um framework sobre como otimizar nosso dia-a-dia. Em vez disso, elas criaram plataformas e aplicativos que passaram a ser indispensáveis.

Plataformas são o futuro?
É isso o que diz esse estudo aqui.

As sete marcas mais valiosas do mundo são empresas que possuem negócios baseados em plataformas digitais.

O que isso nos diz sobre o futuro? Inovação, inovação, inovação. Não tem outro caminho. E, claro, experiência do consumidor, pois uma parte bem grande de uma estratégia de inovação é o relacionamento da empresa com o seu cliente. É como não existisse a possibilidade de inovar e ao mesmo tempo continuar se comunicando como se estivéssemos na era do telefone e do papel.

Quais os serviços que mudaram sua vida? Conte-me um exemplo!